8 de dez de 2010

Quarta da Nutrição

A importância da alimentação na prática de atividade física

Quem pratica exercícios físicos precisa de refeições nutritivas e balanceadas. Uma alimentação adequada melhora a performance e os resultados do atleta, seja ele amador ou profissional. O gasto calórico é maior para quem se exercita em relação ao sedentário, consequentemente precisa-se ingerir mais calorias. A quantidade varia de acordo com o tipo de atividade, frequência e intensidade. O cardápio de um esportista deve incluir carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais, além de fibras e água.
A falta de nutrientes pode deixar o corpo suscetível a lesões, fadiga muscular e cerebral, além de outros problemas.
Portanto, manter uma dieta restritiva não é aconselhável.

Dicas para alimentação antes e depois do exercício:

  • Não praticar esportes em jejum, pois o organismo precisa de energia durante a atividade. Em jejum, podemos ficar fracos.
  • Os carboidratos simples como açúcares e mel, devem ser usados moderadamente, pois proporcionam muita energia, mas se esgota rapidamente.
  • Consumir preferencialmente frutas, iogurtes, torradas, alimentos integrais. Esses alimentos ofertam energia aos poucos para o músculo, evitando a hipoglicemia (queda de açúcar). A refeição deve ser feita pelo menos duas horas antes dos exercícios.
  • Evitar refeições de difícil digestão, como por exemplo, ricas em gorduras, pois necessitam de mais tempo para serem metabolizadas.
  • Um cardápio com excesso de proteínas não ajuda a desenvolver músculos e nem melhora a performance.
  • Ingerir líquidos antes, durante e após as atividades, pois perdemos muita água com o suor. A desidratação diminui o rendimento podendo prejudicar as habilidades motoras e provocar câimbras. 
  • Atividades com duração maior que uma hora, principalmente quando de intensidade moderada a alta, pode representar a necessidade de reposição de carboidratos. Nesse caso, é interessante ingerir isotônicos ou uma fruta, para evitar a hipoglicemia.
  • Após o treino, o ideal é uma alimentação rica em carboidrato, que será utilizado para a reposição do glicogênio utilizado pelo músculo. Consumir pães, massas, arroz, batatas, entre outros.

2 comentários:

  1. Daiana Serpa08 dezembro, 2010

    Dani, que orgulho!!!
    Continue mostrando a importância da nossa profissão.

    Beijos, Daiana Serpa

    ResponderExcluir
  2. Adoro as matérias de nutrição. Leio todas!

    Obrigada!

    Beijos,
    Ana Paula

    ResponderExcluir